segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Cadê os responsáveis?

Fonte: Coluna GENTE BOA - O Globo 06/01/08

As perguntas que não querem calar:

  • Cadê os responsáveis pelas crianças (A PARTIR DE SETE ANOS DE IDADE!!!) que deixam brincar num negócio desses?
  • Cadê os responsáveis por inventar uma porcaria dessas!
  • CADÊ AS AUTORIDADES QUE AINDA ESTÃO PERMITINDO O FUNCIONAMENTO?

14 comentários:

matteo irma disse...

Que horror!
Essas crianças um dia estarão por aí espancando mulheres indefesas, homossexuais, moradores de rua...e os pais vão dizer que não é justo que sejam presos porque são jovens, estão estudando... já viu esse filme?
Acho que o Ministério Público, ao tomar conhecimento disso, deveria agir imediatamente. Um estabelecimento como esse deveria ser fechado e os donos investigados!
E a imprensa deveria dar mais ibope pra esse tipo de notícia, chamar mais a atenção pra isso...
Beijos
Renata

Osc@r Luiz disse...

É mesmo entristecedor ter que ler isso...
Eu tenho um filho de 4 anos.

Cristiane Fetter disse...

A Ana usou a pergunta certa, onde estão os pais destas crianças? Só podem estar do lado de fora rindo e achando tudo maravilhoso.
É fácil julgar, é claro, mas eu (mesmo antes de ter filhos) pensava assim: Se um dia eu tiver não quero que ele brinque com armas de brinquedo, nem com espadas, nem com nada que remeta ao violento.
Nossa cultura não tem a mesma base da Japonesa por exemplo, que ensina tanta coisa boa com a luta de espadas.
Continuo pensando assim. Até agora, que moro nos Estados Unidos, fico vigiando para que ele (que falta 1 mes para fazer 4) não se interesse pelos esportes que acho mais violentos por aqui, que é o rugby e o hockey no gelo.
Eu já ví crianças chegarem com a clávicula quebrada e fraturas expostas na emergência do hospital, e olha que elas não tinham mais de 10 anos, e os pais achando normal, mas isto é a cultura daqui.
Ai como eu queria que estes pais lessem este blog, seus comentários, para ver que eles parassem e analizassem o que estão fazendo.
É como minha mãe me dizia: é de pequenino que se torce o pepino.

Paola Oliveira disse...

Para quem podemos escrever?
Denunciar?

Anônimo disse...

Que horror!

Ana Cláudia Bessa disse...

Gente, vocês falaram tudo o que penso.
A começar pela Renata que já associou essa permissividade dos pais aos desajustados assassinos e deliquentes juvenis que vemos por aí.
Nós que temos filhos, ficamos assustados como o Oscar porque quem garante que uma dessas crianças que está lá dentro "jogando corpo no chão" não é coleguinha de escola dos nossos?
A Cris tem o desafio até de afastar o filho dos esportes violentos tão cultuados pelos americanos.
E por fim, a quem recorremos?
Eu mandei um e-mail para a Ouvidoria do Ministério do Turismo.
ouvidoria@turismo.gov.br

Anônimo disse...

E aí, recebeu resposta?

Ana Cláudia Bessa disse...

Nada....
Alguém tem alguma sugestão?

Ana Cláudia Bessa disse...

Nada....
Alguém tem alguma sugestão?

Denis disse...

Olá.
Olha só, nem sei como vim parar aki, é que so novo ainda nesse negócio de blogspot, mas jah que entrei, vo aproveitar e elogiar teu blog.
Tah nota 10 !

Muito legal mesmo.
Espero um dia conseguir deixar o meu parecido com o teu.

Obs. Isso não é inveja naum heim.
HEhehEHH

Tchau tchau

Ana Cláudia Bessa disse...

Valeu Denis,

volte sempre!!!!
E nos dê o endereço do seu blog!

Abraços!

Ana Cláudia Bessa disse...

Resposta recebida!

Prezada Ana Cláudia,
Esse tipo de denúncia, referentes à violência com crianças e adolescentes devem ser denunciados ao CONANDA e à Secretaria Especial de Direitos Humanos. Qualquer tipo de violência com crianças e adolescentes também pode ser registrado por meio do número 100, que é um Disque Denúncia.
Atenciosamente,

Elisabeth Bahia
Turismo Sustentável e Infância
Ministério do Turismo
Esplanada dos Ministérios, Bloco U
3º andar - sala 334
Cep. 70065-900 - Brasília - DF
Telefones: 55 61 3321 7288
55 61 9269 9556

Paola Oliveira disse...

Consegui o e-mail dela na internet:
elisabeth.bahia@turismo.gov.br

Ana Cláudia Bessa disse...

Resposta recebida da Sra. Elisabeth Bahia!

Prezada Ana Cláudia,
Entrei no blog e reencaminho seu e-mail com cópia à Sub Secretária da Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República, Sra. Carmen Oliveira.
Atenciosamente,

Elisabeth Bahia
Coordenação-Geral do Programa Turismo Sustentável e Infãncia
Ministério do Turismo
Esplanada dos Ministérios - Bloco U sala 334
CEP. 70065-900 - Brasília - DF
Telefones: 61 3321 7288
61 9269 9556

MUITO OBRIGADA, ELISABETH!