quinta-feira, 27 de março de 2008

Delete, não repasse.


“Não delete, repasse”. É o que pedem.
Quantas vezes não recebemos este tipo de e-mail?
Geralmente, vem com uma foto de criança, com uma doença grave, pedindo para repassar o e-mail para seus contatos porque a cada e-mail enviado a família recebe uma quantia para ajudar a custear o tratamento.

Pois eu deleto e não repasso.
Nunca esperavam isso de mim?
Sou uma alma sem coração?
Não, gente, não sou.

Mas TODOS os e-mails que tenho recebido com essa mensagem, não se mostram verdadeiros por um simples motivo: porque eles não tem contato. Como uma pessoa que está precisando e pedindo de ajuda o faz sem dar um contato?

Os pedidos de ajuda são sempre com fotos de meninas (no geral), casal de pais jovens (“eu e minha esposa nos casamos e temos 29 anos”...), apelando para a nossa generosidade (“se você não repassar este e-mail, você não tem coração”), não possuem o nome da criança ou dos pais (ué? Estão pedindo ajuda pra quem mesmo?), não possuem e-mail ou telefone de contato (estão precisando de ajuda e não aproveitam para facilitar o contato de alguém que tenha um coração grandão?) e ainda dizem que o e-mail gera dinheiro apenas sendo repassado para o maior número de pessoas possível (mas como eles vão saber para quem foi enviado se não recebem comprovação?).
Bem, para mim está claro que é golpe, embora meus poucos conhecimentos de usuária de internet me impeçam de explicar os mecanismos.

O que me parece é que a origem destes e-mails tem a intenção de receber e-mails ativos para envio de propaganda (na melhor das hipóteses) ou de vírus e programas de invasão.
Estou louca?
É delírio de minha parte?

De qualquer forma, não repasso.
Mas e quando os e-mails tem algum tipo de contato?
Eu tento confirmar, ora...

Já mandei e-mail quando tem endereço (claro que eu mando de um web-mail público que eu tenho tipo hotmail)..
Já até liguei quando tem telefone.
E, acreditem, NUNCA, consegui confirmar o pedido de ajuda.
Os telefones nunca atenderam ou até nem existiam e os e-mails são devolvidos ou não são respondidos.

Portanto, não repasso e ainda mando um respondo para todos, alertando sobre o que já aprendi sobre estes e-mails. Mas eu acho que as pessoas não gostam muito não...rs...
Porque estes e-mails também nunca recebem resposta....
;0)
Bem, pelo menos, eu tentei....

E se a imagem acima e o pedido de ajuda forem verídicos, me avisem, pois eu não consegui nenhuma confirmação, nem sei onde procurar...
_____________________________________________________________________________
Ana Cláudia Bessa

9 comentários:

Cristiane Fetter disse...

Eu também deleto sem dó nem piedade, infelizmente.


Depois passa lá no que tem um presente para você.

Beijocas

Ivo Fontan disse...

Somos três!

ana b. disse...

eu tb deleto, nem me dou ao trabalho de ler por inteiro...
tem um nome isso, q eu já esqueci. são tipo "lendas da net".
não repasso aquelas orações q avisam q se eu não postar em x horas, algo ruim vai me acontecer.
não repasso aqueles emaisl tipo "lembrei de vc, repasse aos seus amigos" (tenho certeza q meu amigo vai me agradecer por não repassar isso!)...
faço o maior pp de chata, e mm assim continuo recebendo esse tipo de email, ô praga!!!

Geo disse...

TB SOU SEM CORAÇÃO PELOS MOTIVOS:
1. Os arquivos não tem data, nomes ou contatos.
2. Pode ser uma brincadeira de mal gosto com o filho de alguém que simplesmente colocou uma imagem do filho na net.
3. Os emails da AOL não tem como detectar e pagar pelo envio deles. Isso só funciona naquelas páginas que clica no próprio site.
Sei que, infelizmente, algumas pessoas que poderiam ter seus entes encontrados são prejudicado, mas neste caso precisarão buscar site especializados no assunto.

Pat - Crianças na Cozinha disse...

Eu também não repasso....

Será que vou para o inferno????

j.lip's disse...

O problema não é daqueles que apagam os e-mails, mas sim da quantidade de pessoas que ainda passa esse tipo de e-mails!:S

Ana Cláudia Bessa disse...

Acabei de receber mais um pedido de ajuda: o número de telefone não existe e não tinha e-mail ! Como um pedido de ajuda pela internet não tem e-mail?

E para meu total espanto, no final, uma assinatura "despretenciosa" com a logomarca de uma empresa, como se alguém tivesse repassado.

Será que a funcionária repassou na inocência?

Será marketing viral, afinal quantas pessoas não repassam este tipo de mensagem?

Se for, é de péssimo gosto e tomar que repercuta bem negativamente.

Cruz credo!

Paola Oliveira disse...

Acabei de receber numa lista: precisa-se de sangue B- ou 0- , raros, para pessoa em estado grave e que era o irmão de uma amiga.

Liguei pro telefone (faço isso sempre depois que li o que vc escreveu...) e adivinhem:
o irmão da amiga que está gravemente hospitalizado e precisa de um sangue raro deu como contato um telefone que não existe.

Por que as pessoas criam este e-mails?

De graça não é...alguma intenção existe...

PQP....

Ana Cláudia Bessa disse...

Acabei de receber o de uma menina de 3 meses que também precisa de sangue B-. Um dos telefones não existe e outro não recebe chamada...

E as pessoas ainda repassam sem conferir...é foda isso!