sábado, 22 de março de 2008

Saiu no Jornal

AeroCabral


R$12.143.883,57 .
____________________________________


Quanto ao preço, helicóptero é caro mesmo.

Quanto ao transporte, governador até que precisa para dar mais agilidade, afinal, ele governa o estado inteiro(ou deveria) e quanto melhor se locomover mais pode(ou poderia) trabalhar para melhor a vida do povo (???).
Nada contra.

Desde que servisse COMPETENTEMENTE para a finalidade a que se destina.

Desde que os hospitais tivessem funcionando bem e com leitos de sobra, desde que as escolas estivessem capacitadas e preparadas para prover ensino de qualidade, desde que as estradas estivessem em condições, desde que os cidadãos tivessem transporte bom como o estado acha que o governador merece ter (salvo as devidas proporções, claro), etc.

Infelizmente, há verba PÚBLICA para qualquer coisa, de qualquer preço, mas para os direitos básicos ao cidadão que o Estado tem o dever de prover, não há dinheiro.

Nunca.

Falando nisso:

E aí, alguém já sabe se o mosquito da Dengue é Municipal, Estadual ou Federal?


Imagem: Blog Sérgio Legal. Prá ficar Cabral?

2 comentários:

matteo irma disse...

Ana, nao sei de que esfera é o mosquito da dengue, mas os governos federal e estadual ao menos admitiram o problema e começaram a agir, enquanto nosso prefeito nega a existência de uma epidemia. A incompetência é generalizada mas, sinceramente, a cara de pau do Cesar Maia extrapola...
Beijos
Renata

Cristiane Fetter disse...

Ué, só pode ser estadual, se não o governo nao compraria um helicóptero.
Porque com certeza o aparelho aéreo é para capturar os mosquitos, ou não é?
Ou será que é só para vigiar a gangue dos egyptis?
Nós todos sabemos que 12 milhões de reais não ajudam em nada aos hospitais que tanto carecem.