sexta-feira, 7 de março de 2008

EM DEFESA DOS POLÍTICOS "DESSE PAÍS"

"Reciclando Textos"- 20/10/2006


É isso mesmo que você leu aí em cima. E sou eu mesmo, Ivo, e esse é um post autêntico, não é pirata!Estou escrevendo isso depois de ler as seções de cartas de leitores de dois dos jornais de maior circulação no país. Podem confirmar, a maioria esmagadora é de cidadãos indignados com a bandalheira reinante e "descendo o pau" nos políticos de todos os matizes e instâncias de governo.


Pera lá. Há que se fazer justiça. Atribuir todos os males do país a seus políticos é forte e injusto. Eles sozinhos não teriam poder, nem capacidade operacional e nem inteligência suficientes para promover a gigantesca pilhagem, o monstruoso desmantelamento de instituições e valores que testemunhamos à nossa volta. Eles são, em geral, escória humana e social, é verdade (ok, vamos admitir que existam uns quatro ou cinco que sejam cidadãos honestos e idôneos. Tá legal, seis, incluindo esse aí que cê tá pensando), mas sem ajuda de uma horda de não-políticos eles não teriam tanto poder de fogo. Quando a gente fala em desmandos, roubalheiras, cafajestadas etc, perpetradas pelos "donos do poder" a gente quase sempre tem em mente os que lá chegam através do VOTO: Chefes de executivo e parlamentares costumam ser nossos alvos.

Agora me diga, que prefeito, governador ou presidente conseguiria levar adiante seus intentos criminosos se tivesse à sua volta uma assessoria, secretariado e/ou ministério onde predominassem cidadãos íntegros? Que parlamentar conseguiria roubar, desviar, traficar etc se não tivesse cúmplices dentro das instituições e das empresas? E o mais "discreto" dos poderes, o judiciário? ali ninguém é eleito!

Não podemos ignorar o fato de que para cada governador, por exemplo, ou governadora (o uso do feminino aqui é apenas para não me acusarem de discriminação sexual, não há outra conotação!) canalhas existe uma estrutura, na forma de pirâmide - da qual o governante (ora) é apenas o vértice - montada para viabilizar a pilhagem. É só ler os jornais e ouvir os noticiários, gente. E essa pirâmide é eclética. Dela fazem parte desde o chefetezinho da bandidagem local até o enfastelado mega-empresário, passando, se duvidar, pelo teu vizinho aí do lado!

O "político", coitado, que leva a culpa de tudo, às vezes não é sequer o cérebro da "organização", é apenas o que tem o maior ego e o menor escrúpulo para cumprir toda a liturgia necessária ao processo eleitoral (fotografar, discursar, simular, mentir, bajular, enfim, aquilo tudo que é necessário para conseguir votos). E ainda tem um detalhe importante, por ser figura-de-proa, o político é o mais exposto, ou seja, é sobre ele que desaba o mundo quando sua "organização" é desmascarada. O resto da pirâmide escafede-se com uma velocidade impressionante, mimetiza-se e vai se refazer logo adiante sob outra figura-de-proa ou se dilui migrando para uma das outras inúmeras pirâmides existentes. Simples assim.

Pense nisso e, de agora em diante, tenha um pouco mais de complacência com os políticos. Eles, em grande maioria, são cavaleiros de triste figura, meros doentes egocêntricos, capazes, inclusive, de fazer coisas BOAS e CERTAS eventualmente, se isso lhes render homenagens e votos!Inclusive, veja que curioso, os políticos a gente pode defenestrar ou banir. É só negar-lhes o voto. Já o resto da pirâmide...
__________________________________________________________________________________
Ivo Fontan

4 comentários:

Sonhos de Crochê disse...

Ivo.. tu é o bicho!!!!
Não podemos e nem devemos nos esquivas das nossas responsabilidades. Muitos votam ERRADO! ou nem sabem porque votam. Mas os que me deixam indiguinada "de merrrmo", são aqueles que na primeiríssima oportunidades hajem exatamente como eles, os políticos. E nesta categoria estão: os que jogam lixo nas ruas, mas elogiam outros países onde a limpeza é primorosa. os que só vêem maldade em tudo... ah! os que só pensam em fazer concurso em instituíções públicas, somente para "mamar" e não pra trabalhar, etc., etc., é melhor parar senão vira um post.
Beijos
Rita

Geo disse...

Faço minhas as suas palavras. Eu sempre falo isso. Não dá pra sair por aí culpando os políticos e se lamentando, se fazendo de coitado. Quando um não quer, dois não roubam.

mafalda disse...

Ivo,
seu texto é sensacional e fundamental para que tenhamos consciência de que nós somos responsáveis pela corrupção quando somos coniventes com ela!
Ninguém rouba sozinho. Atrás dos políticos tem uma verdadeira quadrilha.
Adorei.

Ana Cláudia Bessa disse...

Ivo, eu concordo com tudo o que você disse, sem tirar, nem por!