quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Barack Obama, primeiro presidente negro dos Estados Unidos!


Eu admiro pessoas que desbravam territórios, que transpõem fronteiras.
Ser a primeira nadadora mulher como Maria Lenk, primeira atriz negra a protagonizar uma novela como Taís Araújo e muitos outros que não vou lembrar agora, são todos, um pouco heróis. Heróis por resistir às dificuldades, heróis por resistir aos muros aparentemente intransponíveis, heróis por vencerem o medo do ridículo e heróis por se arriscarem a não-conseguir para conseguir.

Barack Obama, primeiro presidente negro dos Estados Unidos é um grande feito. Ninguém diria para um menino negro que um dia, ele seria o presidente dos Estados Unidos. E para o mundo, que é dominado por este rico país, só nos resta desejar que ele venha com toda essa força trazer as transformações que tanto alardeou.

Nos resta esperar, que diferentemente daqui, onde um operário assumiu a presidência da República, também mostrando ser um desbravador, mas que, infelizmente, deixa o país afundado na corrupção, na violência, na ausência de saúde, e educação básicas. Pode até ter feito alguma coisa de bom, mas mostrou-se mais um político profissional que um idealista que trazia consigo um sonho de transformar nosso país.

Que Obama, transforme o seu, que serve de referência para o mundo todo.
Que ele não esqueça de seus origens, dos países pobres de onde vem e ainda vive grande parte de sua família.
Que ele traga as mudanças que inspirem o restante do mundo para que todos, possam viver de forma mais justa, igualitária, digna, sem violência.

Parece sonho?
________________________________________________________________________________ Ana Cláudia Bessa




Nascido em 4 de agosto de 1961, em Honolulu, Havaí, Barack Obama é casado com Michelle, com quem tem duas filhas, Malia e Natasha. Filho de um queniano e uma norte-americana do Kansas, Obama tem parte da família ainda na África.
Na infância, viveu durante anos em Jacarta (Indonésia) após o divórcio dos pais e o novo casamento da mãe. Aluno de Harvard, Obama foi o primeiro negro a presidir a prestigiosa revista universitária "Harvard Law Review" e, em 2004, ingressou no Senado.


fonte: http://noticias.uol.com.br/ultnot/especial/2008/eleicaoeua/perfil/vencedor.jhtm

4 comentários:

Lisa disse...

Sonho americano!!!É um fato histórico se eleger um negro em uma das nações mais racistas do planeta. Acredito que Obama é uma prova viva de que podemos realizar nossos sonhos!

Abs
Lisa

Cristiane A. Fetter disse...

Ana Cláudia, eu estou vivendo literalmente este momento histórico.
Estar vivendo nos Estados Unidos, em meio a uma crise econônima, em meio a um povo que não acredita em seu presidente (Busch), e que tem certeza que foi ele que jogou o país nesta lama com esta mania de guerra, em meio a uma população que não vota obrigada e sim por opção, em meio a um povo que tem muitas esperanças, é incrível.
Eu moro em uma área de classe média alta, onde o preconceito com raça e origem é muito grande, mas mesmo aqui o apoio a Barack é enorme. E não se pode esquecer o nome dele completo: Barack Houssein Obama, ou seja, ele tem um dos nomes de uma das criaturas mais odiadas por aqui.
Na terça-feira (dia 03/11) a noite uma vizinha minha que trabalhou como voluntária na seção eleitoral passou na minha casa e disse que lá ia dar Obama com certeza.
A energia que está circulando por aqui é enorme. A fé que este homem vai conseguir mudar o rumo americano também.
Eu tenho a seguinte opinião: ele ou o Macain ou qualquer outro pegariam o maior pepino da história mundial. Sim porque não é só os EUA que esperam que ele faça milagres, mas o resto do mundo espera a mesma coisa. Ele sabe disse, tanto que durante a campanha distribuiu sorrisos e já vitorioso estava sério e compenetrado, ele sabe o que o aguarda.
Guardem a imagem dele hoje e comparem com ele daque a 4 anos.
É histórico, é incrível, é uma mudança sem parâmetros.
Eu estou felicíssima por ele ter sido eleito. Um NEGRO presidente de um país que é muito segregador, é demais.
Já circulam boatos por aqui que ele será assassinado, que os radicais não irão aguentar ser comandados por um negro, será? Este país já tem um histórico de atentados e assassinatos de seus presidentes, será que isso vai se repetir? Espero que a segurança dele e da família seja muito forte.
Espero que as pessoas tenham conciências que grandes mudanças não acontem da noite para o dia, mas só o fato de pensarem positivo já é um dos passos para que ela aconteça.
Ele tem o apoio total da base no congresso e na câmara, ou seja, tem a faca e o queijo na mão.
Boa sorte Obama, boa sorte americanos ou pessoas que vivem neste país (como eu).
Cristiane Fetter - direto do fronte americano - Norwood-New Jersey-EUA

Ana Cláudia Bessa disse...

Eu estou muitp esperançosa e temerosa pela vida dele, afinal faz parte da história americana seus presidentes assassinados.

Que país complexo e dúbio: oportunidades e segregação, preconceito e avanço...

Vamos torcer!

SILVIANE disse...

JÁ ESTAVA NA HORA DESSE ACONTECIMENTO VIR Á TONA, SEMPRE ACREDITEI QUE ELE ESTARIA ELEITO, JÁ QUE ELE É A CARA DO POVO, É JOVEM, E SABE DO QUE REALMENTE DEVE SER FEITO PARA AJUDAR A POPULAÇAO, SEM FALAR QUE ELE É PROVIDO DE MUITA INTELIGÊNCIA, E NÃO TRABALHARAÉ ESPORATICAMENTE POR SEU POVO E SIM CONTINUAMENTE!!!!!!!!!!!!
AGORA É SÓ AGAURADAR SEUS FEITO Q TERAM BONS FLÚIDOS AOS DEMAIS ELEITORES!!!!!!!!!!!!