sábado, 8 de setembro de 2007

Pensamentos que nos fazem pensar...

"Aprendemos a ser filhos depois que somos pais.
Só aprendemos a ser pais depois que somos avós."

(Affonso Romano de Sant'Anna)

3 comentários:

Cristiane A. Fetter disse...

Isso é a pura verdade. Só agora entendo as atitudes da minha mãe e preocupações do meu pai.
Antes eu implicava e achava "loucuras" agora eu faço as mesmas coisas, risos.
Só vivendo mesmo para entender.

Ana Cláudia Bessa disse...

Eu aprendi a entender muita coisa, como aconteceu com você, Cris.
Mas principalmente passei a respeitar mais a minha mãe por tudo que vi que ela precisou fazer para que eu estivesse aqui.
As noites sem dormir,
os dias sem descanso,
a repetição permanente para que eu tivesse bons modos, respeito aos outros, honestidade.
A dedicação para que eu estivesse na melhor preparo que ela podia pagar (seja em educação, esportes, cursos) mesmo que para isso ela não pudesse comprar uma boa roupa que tanto devia estar precisando, ir ao dentista (que sempre postergamos), fazer uma viagem.
Vi o quanto nos devotamos e nos entregamos aos filhos. Como eles dominam de forma quase que incontestável, a vida dos pais.
Não que isso seja negativo, mas é muita, muita dedicação porque somos completamente dependentes dos nossos pais.
Precisamos deles e eles se dão a nós.
Beijos.

Cristiane A. Fetter disse...

Ai que saudades dos meus pais.
Mas em janeiro estou aí no Brasil para matar todas as saudades.