quarta-feira, 31 de outubro de 2007

DISSABORES DE CONSUMIDOR

- O FILÉ DE PESCADA -


Conforme eu prometi em comentário feito sobre um post da Ana Cláudia (08/09) , aí vai uma historinha de consumidor acontecida comigo.

Foi lá pelo início de 2006. Comprei, no principal supermercado de Teresópolis, uma embalagem de filé de pescada de uma marca nova (para mim, pelo menos, pois nunca havia visto antes por aqui). Era uma embalagem que inspirava confiança. Bem confeccionada, belo design, com aspecto resistente e, principalmente, não aparentava ter sido descongelada (aí vai uma dica: embalagens de filé de peixe, originalmente, são uns tijolinhos perfeitos. Quando descongeladas e recongeladas as postas se reagrupam perdendo o formato de "tijolinho perfeito").

Levei para casa e, alguns dias depois preparei-me para me deliciar com uns filezinhos empanados. Só preparei-me, pois até gato se engasgaria com aqueles tais filés. Era uma quantidade tão absurda de espinhas, de todos os tamanhos e espessuras, que que tive que jogar tudo fora.

Muito invocado, peguei o e-mail do SAC na embalagem e mandei uma mensagem relatando o ocorrido.
No dia seguinte, muito prestimosamente a empresa respondeu.

Era um texto-padrão discorrendo sobre o processo de HIGIENE do processamento. Dizia que a empresa obedecia aos mais modernos procedimentos, de acordo com as "boas práticas" estabelecidas para aquele tipo de indústria etc etc etc. No final se dispunham a disponibilizar uma nova embalagem do mesmo produto para que eu retirasse em um estabelecimento determinado por eles!

Respondi sugerindo a eles que relessem a minha reclamação pois em nenhum momento eu questionara higiene, mas sim o processo de FILETAGEM. Ou os operadores não sabiam filetar uma pescada ou, o que é mais grave, aquilo não era pescada! Quanto a produzir dentro das "boas práticas" não faziam mais do que sua obrigação, pois se não fosse assim a indústria não poderia sequer estar produzindo. Agradeci a "gentileza" da oferta de outra embalagem mas recusei pois não sou foca nem tubarão para comer espinhas. Finalizei garantindo que jamais voltaria a comprar um produto daquela empresa.
Fiquei sem réplica.

_________________________________________________________________________________ Texto de Ivo Fontan

4 comentários:

Ana Cláudia Bessa disse...

Sabe, Ivo, às vezes eu penso que as empresas pensam que consumidor é estúpido, um idiota completo.
Dar uma resposta padrão que não responde á pergunta feita pelo cliente é algo claramente feito para que o cliente desista de reclamar.
Como se desistir de reclamar findasse o problema!
Mas no fundo, idiotas são essas empresas porque um dia a maioria fará como vocês fez: recusa a troca e não compra mais.
Afinal, é como você falou, trocar prá quê se ia continuar vindo cheio de espinhas?

Cristiane A. Fetter disse...

Ivo, você fez exatamente o que o Sam Walton diz naquele texto, você demitiu esta empresa.
Eu passei por coisa parecida, só que foi com uma empresa de massas, todas as que eu comprei vieram com caruncho (aquele bichinho preto). Após minha reclamação eles se propuseram a enviar um KIT DE PRODUTOS da empresa para mim, como você eu não questionava a higiêne na empresa, mas sim no ponto de venda, eles queriam me dar o KIT CALA BOCA. Também argumentaram que a qualidade nas gôndolas era exclusividade dos mercados, só que não é bem assim.
Eu trabalhei durante muitos anos em uma empresa que vendia produtos comestíveis e se preocupava sim com o correto armazenamento de seus produtos nos pontos de venda, pois o cliente lembra do nome do produtos na hora do problema e não do nome do mercado.
Finalizando, disseram que não podiam fazer nada a não ser me enviar o tal kit.
Adivinha? NUNCA mais eu comprei produtos dessa marca e fiz e continuo fazendo propaganda negativa desta empresa.

Milton Fetter disse...

Kit Cala Boca é ótimo ...

Ana Cláudia Bessa disse...

Esse kit Cala boca tem duas concepções...

A primeira é a ruim , do cala boca.
E esse é aquele que o fabricante dá e não usa a reclamação para melhorar seus produtos e/ou procedimentos e serviços.

A segunda é a boa, quando o fabricante tem a intenção de ressarcir, mesmo que em parte, os prejuízos do consumidor. E usa a sua reclamação para melhorar seus produtos/procedimentos e serviços.

E hoje, a maioria delas não dá nem o kit cala boca....deixa o cliente no prejuízo e arquiva a reclamação dele, quando não joga no lixo.

Ainda não precebemos que o melhor cliente é aquele que reclama!