segunda-feira, 24 de dezembro de 2007

Não é divertido!

Há algum tempo atrás, fui surpreendida com a frase acima, dita pelo meu mais velho de 3 anos e meio. Fiquei espantada, claro.
Ao mesmo tempo, não me surpreendi porque isso é uma coisa que eu já tinha dito a mim mesma: esse negócio desses programas de TV ficarem falando em diversão o tempo inteiro, não pode estar certo!

E não deu outra: escovar os dentes, não é divertido!

Ele cismou com isso.
E quem disse que na vida a gente só faz o que é divertido?
Claro que a escovação pode ser divertida, podemos fazer ajustes (eu canto, faço careta, boto a lingua prá fora, escovo meus dentes com eles...), mas é certo que ele tenha sempre esta expectativa?

Eu faço muitas coisa que não são divertidas mas que precisam ser feitas e nem por isso são ruins.

Outro dia vi uma matéria ou entrevista sobre trabalho e prazer e alguém disse uma frase que mencionava que se o trabalho te diverte, você não precisa se preocupar em trabalhar... É certo que temos que fazer nosso trabalho com prazer e ele rende sempre mais e melhor. Mas será que essa deve ser sempre a expectativa?

Será que é certo acostumar nossas crianças a não terem este tipo de frustração?
Será que isso não pode ocasionar frustrações maiores e mais difíceis de lidar?
Escovar os dentes, nem sempre é divertido, mas é tão importante que devemos fazer com prazer.

Eu acho que diversão, prazer e satisfação podem caminhar paralelamente, sem se cruzarem em muitos momentos e nem por isso, devemos perder o entusiasmo de fazer as coisas.

E agora tenho que arrumar um jeito de ensinar isso para esse menino!
________________________________________________________________________________
Ana Cláudia Bessa

5 comentários:

Osc@r Luiz disse...

Não me importa o seu idioma, ou onde você está. O meu desejo é o mesmo:

Alemanha: Fröhliche Weihnachten

Bélgica: Zalige Kertfeest

Brasil: Feliz Natal

Bulgária: Tchestito Rojdestvo Hristovo, Tchestita Koleda

Catalão: Bon Nadal

China: Sheng Tan Kuai Loh (mandarín) Gun Tso Sun Tan'Gung Haw Sun (cantonés)

Coréia: Sung Tan Chuk Ha

Croácia: Sretan Bozic

Dinamarca: Glaedelig Jul

Eslovênia: Srecen Bozic

Hispanoamérica: Felices Pascuas, Feliz Navidad

Estados Unidos da América: Merry Christmas

Hebraico: Mo'adim Lesimkha

Inglaterra: Happy Christmas

Finlândia: Hauskaa Joulua

França: Joyeux Noel

País de Gales: Nadolig Llawen

Galego (na Galicia): Bo Nada

Grécia: Eftihismena Christougenna

Irlanda: Nodlig mhaith chugnat

Itália: Buon Natale

Nova Zelândia em Maorí: Meri Kirihimete

México: Feliz Navidad

Holanda: Hartelijke Kerstroeten

Noruega: Gledelig Jul

Polônia: Boze Narodzenie

Portugal: Boas Festas

Romênia: Sarbatori vesele

Rússia: Hristos Razdajetsja

Sérvia: Hristos se rodi

Suécia: God Jul

Tailândia: Sawadee Pee mai

Turquia: Noeliniz Ve Yeni Yiliniz Kutlu Olsun

Ucrânia: Srozhdestvom Kristovym

Vietnã: Chung Mung Giang Sinh

São os votos do "By Oscar Luiz", do "Flainando na Web" e do "Gente Sem Saúde".

E que 2008 seja o ano das suas realizações!
Um grande abraço deste amigo!

Tânia disse...

Eu me surpreendo com a velocidade com que as crianças aprendem o que não devem e o quanto de trabalho temos para ensinar o que é bom para elas.

Luciana Amaral disse...

Eu não concordo com a sua preocupação, pelo contrário. Acho mais saudável que a criança sempre escolha o que acha divertido, porque aasim fará tudo com prazer, principalmente a profissão quando crescer.

Ana Cláudia Bessa disse...

Eu concordo com a Tânia, como aprendem rápido o que não devem...rs...
E discordo da Luciana. A profissão deve ser um prazer, mas aprender que também nos prazeres existem obrigações e frustrações é importante.
Beijos!

Ana Cláudia Bessa disse...

Um ótimo 2008 para você também, Oscar!!!!!!!!!!!!!
Beijos!