quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Só leite materno durante 6 meses?

Hoje, meu caçulinha está fazendo 2 aninhos!

12 de Dezembro, não é uma data linda?
Acho que uma coisa legal de partilhar com as pessoas são experiências boas do que se é certo fazer. Tem gente que gosta de dar bons exemplos de coisas erradas que deram certo. Eu guardo meus maus exemplos para mim...rs...
Eu, por exemplo, tentei demais ter meus filhos através de parto normal. Tive duas cesáreas. Mas não é porque meus filhos estão aqui saudáveis, que cesárea é melhor. Melhor é parto normal. E qualquer um que falar dos malefícios da cesárea, terá meu coro.
Não sou natureba, sou a favor do natural.

Meus dois filhos mamaram exclusivamente até o oitavo mês. Nem água tomavam. Mas eu me disponibilizei a isso, mesmo estando cansada muitas vezes, mesmo querendo e precisando dormir, mesmo sentindo meu peito quase secar (mas nunca secou porque mantive as crianças sugando em livre demanda), mesmo com dores enormes nos seios cheios e doloridos...enfim...é maravilhoso mas nem sempre é fácil. Mas também é mais fácil do que difícil, embora muita gente teime em querer dizer e acreditar no contrário.

O Primeiro parou de mamar aos 10 meses (eu estava grávida de 8 semanas). Infelizmente, rejeitou o peito de uma hora para outra. Acredito que os hormônios da gravidez tenham alterado o sabor (esqueci de provar...puxa vida...) e ele parou. Não me sinto mal por causa disso. Ele demonstrou desinteresse, mesmo eu tendo insistido um pouco, não adiantou. Lamento, e só. Fiz minha parte com tranquilidade e a natureza se procunciou. Meu peito secou completamente até o nascimento do segundo que mamou também exclusivamente, sem nem água, até o oitavo mês. Em ambos os casos, eles só começaram a comer novos alimentos quando demonstraram interesse. O menor mama até hoje, com 2 anos(preciso providenciar fotografias...rs).

Meu peito não enche mais, mas como ele suga, continuo produzindo. Meu primeiro filho não usou mamadeira, usou bico de copo, mesmo no recipiente da mamadeira (eu comprava um bico especial e doei os bicos tradicionais que vem junto com elas para um orfanato). Ele tomou leite de soja quando parou de mamar e só depois de 2 anos , começou a tomar leite de vaca e hoje toma quando pede, nao é regra. O segundo, como ainda mama, nunca tomou leite de vaca, e só usa copo, nunca usou mamadeira, nem com bico de copo. Eu que tive dois bem próximos e engravidei do segundo quando o primeiro tinha oito meses, posso falar: é barra. Muito trabalho mesmo. Imagino gêmeos... aliás, ne posso imaginar...rs...mas o legal de ver os dois crescendo juntos compensa tudo. E, ainda assim, só daria mamadeira por necessidade(extrema).
E tambem não usaram chupeta! Aliás, um belo assunto para um post!

E que bom que agora a lei permite que a mulher fique em casa esses primeiros seis meses fazendo mamar a sua cria! É tão bom , tão importante, tão fundamental. E para qualquer pai e mãe que nos lêem, não tenham dúvidas, é perfeitamente possível mamar só leite materno e crescer, desenvolver, ganhar peso e estar muito bem nutrido, sem nem mesmo precisar de água.

Peito é tudo. Cura soluço, cura cólica, cura gases, aconchega, acalma e nutre.

Eu dava peito prá tudo: é grátis, não dá trabalho para esquentar, está sempre limpo e saudável. E ainda dou, ele é que já me dispensa de vez em quando...
;0)
________________________________________________________________________________ Ana Cláudia Bessa

6 comentários:

matteo irma disse...

Peito é tudo de bom mesmo...e a amamentação exclusiva tb! Lembro que maravilha que era não ter que carregar nada, era só dar o peito e pronto. A Pipoca mamou exclusivamente até os 7 meses e mama à noite até hoje. Eu já gostaria de ter tirado (na verdade até já tentei), mas falta coragem. Porque quando eles estão maiores é muito difícil. Deve ser uma maravilha qdo a criança pára por conta própria. Pois é, Ana, esse é meu dilema atual. Mas que e maravilhoso amamentar, ah isso é.
Umbeijo grande e mais uma vez desejo toda a felicidade do mundo para o aniversariante e para a familia toda!
beijos
Re

Cristiane Fetter disse...

Ai, parece que foi ontem. Eu lembro bem de abril de 2005, a gente lá, tirando uns dias de férias, você amamentando o Giullio e achando alguma coisa estranha.
Já era o Lucca dando o ar da graça.
E que graça, menino simpático esse, falador, cara de arteiro.
TUDO DE BOM HOJE.
E não posso deixar de colocar aqui a frase que você falava para mim.
"PEITO NELES", risos.
Beijocas

Ana Cláudia Bessa disse...

Ih, Renata, esse dilema eu não tive porque o Giullio foi espontãneo e o Lucca parece estar indo no mesmo caminho. Já recusou umas quatros vezes no último mês...
Realmente, deve ser duro desmamamar contra a vontade da criança. eu nem sei dizer o que faria....

E Cris, outro dia eu estava te encontrando no Riocentro, barrigão enorme e eu aindo no comecinho da segunda gravidez...morrendo de inveja da sua !
Agora com dois filhos no colo e o mais novo fazendo 2 anos!
Aí, alguém viu meus sais????
;0)

melartesvisuais disse...

Olá, Não pude deixar de comentar o seu texto...Realmente amamentar é tudo, eu tenho 2 filhos, um com 2 anos e outro com 5 meses, 2 meninos...e amamento, e pretendo amamentar muiiito...Moro em Portugal e aqui as pessoas não amamentam em publico...devem ter vergonha...eu não! tiro o peito pra fora onde estiver...!!! Parabéns por estimular a amamentação.
Só por curiosidade encontrei o seu blog numa busca no google sobre amamentação e foi uma das primeiras opções que apareceram.
Mel
melartesvisuais@hotmail.com

melartesvisuais disse...

Olá, Não pude deixar de comentar o seu texto...Realmente amamentar é tudo, eu tenho 2 filhos, um com 2 anos e outro com 5 meses, 2 meninos...e amamento, e pretendo amamentar muiiito...Moro em Portugal e aqui as pessoas não amamentam em publico...devem ter vergonha...eu não! tiro o peito pra fora onde estiver...!!! Parabéns por estimular a amamentação.
Só por curiosidade encontrei o seu blog numa busca no google sobre amamentação e foi uma das primeiras opções que apareceram.
Mel
melartesvisuais@hotmail.com

Ana Cláudia Bessa disse...

Que bom que você nos encontrou!
Adorei seu comentário porque eu também coloco meu peito pra fora em qualquer lugar. E com o maior orgulho!